Nossa Senhora do Equilíbrio

Setembro 18th, 2017

Nossa Senhora tem diversos títulos.
Ele é a Virgem Mãe de Deus e dos homens,
chamada também Nossa Senhora do Equilíbrio.

Nossa Senhora do Equilíbrio,
concede-nos o dom do equilíbrio cristão
para que possamos ponderar as situações,
com a Sabedoria divina.
Fortalece-nos na luta contra o mal,
para que possamos vencer o egoísmo,
o desânimo, o orgulho, a presunção
e a dureza de coração.

Da-nos a capacidade de perseverar
no caminho do bem, a tenacidade no esforço,
a calma no insucesso e a humildade no êxito feliz.
Abre os nossos corações à santidade:
da-nos um coração puro e amor pela verdade,
para conhecermos as nossas limitações.
Da-nos a graça de compreendermos a Palavra de Deus
e de a vivermos em comunhão fraterna com toda a Igreja.
Que possamos viver, com Equilíbrio, a nossa Fé,
na Esperança da eterna salvação.

Nossa Senhora do Equilíbrio a Ti nos consagramos,
confiantes na ternura da vossa maternal Proteção.

Divino Espírito Santo,
que deste a Maria todo equilíbrio emocional e físico,
transforma os nossos sentimentos, emoções, desejos e aspirações, para que sejam conformes à Vontade de Deus
e não querer nada que me prejudique nem me afaste
do caminho da salvação.
Dai-nos a graça da paciência nas demoras,
do discernimento nos momentos difíceis,
a tua ispiração para procurarmos as pessoas certas
no momento certo e a tua sabedoria que nos ajude
e ter uma vida equilibrada.

* Onde é que tu precisas de equilíbrio hoje? *

Dar sentido à dor

Setembro 18th, 2017

Necessitamos sim de cura interior, emocional, psicológica e espiritual, mas também precisamos de dar um sentido à dor.

Pedimos ao Senhor que nos cure e também pedimos-Lhe que nos ajude a dar um sentido aos nossos sofrimentos, isto é ver neles os sinais da Sua Presença amorosa que nos faz crescer, que nos santifica, que nos desprende das coisas terrenas e nos leva a procurar o Sumo Bem que é Deus.

À luz da fé, queremos escutar o que Ele tem para nos dizer, para não nos deixarmos levar pelo desânimo, mas encontremos a força de que de mudar mente e coração é renovar as nossas vidas.

Senhor ilumina a minha cruz com a Tua Sabedoria divina e ajuda-me a viver os sofrimentos da minha vida contigo, unido à Tua Santa Cruz, porque quem sofre Contigo também participa da Tua glória eterna. Tudo passa, mas Tu estarás sempre comigo.

A coisa pior que nos pode acontecer é sofrermos sem dar um significado ao nosso sofrimento, isto é vivermos um sofrimento inútil, absurdo, por isso, pedimos ao Senhor que ilumine a nossa cruz com a Sua Sabedoria Divina, com a Sua Palavra de Vida e de Vida Eterna.

Senhor Jesus, ilumina a nossa mente, aquece os nossos corações e fortalece a nossa vontade para a não desperdiçarmos o nosso sofrimento, mas de o vivermos unidos a Ti, a Tua Santa Cruz para a salvação do mundo inteiro.

É nesses momentos de sofrimento que mais precisamos de Deus, da Sua ajuda, da Sua graça, mas, infelizmente é precisamente nesses momentos que Lhe fechamos as portas, mas se fecharmos as portas ao Senhor, quem nos poderá salvar?

Estamos aqui agora, diante do Senhor, abrimos para Ele os nossos corações, entreguemos tudo nas Suas mãos, confiemos Naquele que tudo pode.

Mantemos as nossas mãos abertas numa atitude confiante para recebermos Dele tudo o que nos quer dar.

Oração:
Senhor Jesus coloco a minha vida diante do Teu olhar misericordioso. Vem impor as Tuas mãos sobre mim, cura-me, Senhor Jesus. Tira os espinhos que magoam o meu coração, cura todas as feridas que nele encontrares.
Há feridas emocionais causados da minha história pessoal e familiar, faltas de aceitação, auto-rejeição, desamor, falta de perdão. Depressão, angústia, tristeza, medos, pessimismo, desgaste emocional, esgotamento, ansiedade, desejo de fugir de mim mesmo, de morrer.
Ha feridas interiores na minha mente, na minha memória e no meu coração, fico preso, fechado dentro das paredes do meu isolamento, incapaz de amar e ser feliz.

Vem Senhor Jesus, cura profundamente todo o meu ser, pois as feridas do meu coração podem gerar doenças físicas, além de prejudicar o meu equilíbrio psicológico e emocional.

Senhor Jesus, Tu sabes quantas vezes me sinto ferido, magoado e fico triste… é o meu sofrimento interior, é o meu coração ferido. Tu, Jesus conheces Quanta emoções ficaram gravadas dentro de mim e me fazem sofrer. Por isso Jesus preciso de cura interior.

Ajuda-me, Senhor Jesus, a dar atenção a tudo o que acontece dentro de mim, e ver a Tua presença amorosa que me convida à conversão, que me impele a crescer, a mudar a minha maneira de viver. Que a prisão interior do meu coração me ajude a encontrar o caminho da verdadeira liberdade; Tu, Senhor, és Verdade que cura e liberta, Tu tens palavras de vida e de vida eterna. Vem Senhor Jesus, vem curar meu coração, para Ti nada é impossível.

Continua em Oração:
Senhor estou aqui, em Tua Presença.
Tu conhece todo o meu sofrimento interior. Acredito, Senhor Jesus que o que estou a sofrer é uma maneira de me conhecer, que me impele a crescer. É uma maneira de Tu me falar e ensinar muitas coisas para o meu bem.

Senhor Jesus, sinto a necessidade de uma grande renovação interior, de uma grande mudança na minha vida.

Ajuda-me, Senhor, a compreendes o significado do meu sofrimento para que não seja um sofrer inútil, mas que me ajude a crescer. Que me ajude a mudar mente e coração.

Senhor Jesus, que a Tua graça chegue agora, neste momento, encha todo o meu ser! Cura-me, Senhor Jesus. Cura todas as feridas emocionais.

Agora sei Senhor que se eu não tiver amor para mim mesmo, não posso amar os outros, por isso, ajuda-me a crescer no Teu Amor. Realiza em mim uma profunda cura interior. Cura o meu coração inquieto.
Ajude-me a reconciliar-me com o meu passado, que não mais fique preso nele.

Quero, neste momento, receber o Teu Amor. Quero amar e perdoar. Quero dar generosamente o meu perdão e receber todo o amor e todo o carinho que os outros queriam dar-me e que eu recusei.
Quero receber de coração aberto o amor dos meus pais, da minha família e de todas as pessoas que encontrei na minha vida.

Terço da Misericórdia

Setembro 18th, 2017

Terço da Misericórdia

Jesus pediu a santa Faustina Kowalska que rezássemos o Terço da Misericórdia as 15h, diante do Sacrário, e, em seguida fizéssemos uma meditação sobre a sua Paixão. Jesus lhe pediu: “As três horas da tarde, implora a Minha Misericórdia especialmente pelos pecadores e, ao menos por um breve tempo, reflete sobre a Minha Paixão, especialmente sobre o abandono em que me encontrei no momento da agonia…” (Diário n. 1320).

Evangelho de São Lucas (22, 39-44)
Jesus subiu ao Monte das Oliveiras, como era seu costume. Os discípulos iam com Ele. Quando lá chegou, disse-lhes: orai a Deus para não caírem em tentação. Depois afastou-se deles acerca de 30 metros, ajoelhou-se e começou a orar: Pai se for de teu agrado, livra-me deste cálice de amargura, mas não se faça a minha vontade, mas sim a Tua. Nisto apareceu um anjo de céu para lhe dar forças. Jesus estava muito angustiado e orava ainda com mais fervor, enquanto o suor lhe caia no chão, como grandes gotas de sangue.

Oração
Senhor Jesus, medito na Tua agonia mortal no Jardim das Oliveiras, naquele abandono terrível que sentiste na Tua carne até diante do Pai, ao carregar o peso dos nossos pecados diante da Justiça Divina.
Sim, Jesus, o peso dos nossos pecados foi tão grande, que sentiste em Tua alma uma tristeza mortal.
Medito Jesus na tua dor que foi tão grande que até o Teu Santo Rosto transpirou grandes gotas de Sangue que banhavam a terra.
Medito na tua oração fervorosa ao Pai: não se faça a minha vontade mas sim a Tua. Medito nas tuas palavras aos discípulos: orai para não cair na tentação.
Senhor Jesus medito na Tu imensa dor, na Tua agonia mortal, diante do todo sofrimento que deverias enfrentar em breve para fazer a vontade do Pai e não a Tua.
Medito, Jesus, também na consolação que recebeste do Teu anjo da Guarda. Eu também preciso dele, dos seu conselhos e consolação. Mas quase sempre me esqueço dele e não lhe dou atenção. Obrigado Senhor pelo meu Anjo da Guarda, meu amigo e protetor,

Somos imperfeitos

Setembro 18th, 2017

Somos imperfeitos

Durante a nossa vida causamos transtornos
na vida de muitas pessoas, porque somos imperfeitos.
Nas esquinas da vida, pronunciamos palavras inadequadas, falamos sem necessidade e incomodamos os outros.

Nas relações mais próximas,
agredimos sem intenção ou intencionalmente.
Sim agredimos, não respeitamos o tempo do outro,
a sua história, a sua maneira de pensar …
Parece que o mundo gira em torno dos nossos desejos
e o outro é apenas um detalhe.
E, assim, vamos causando transtornos.

Esses tantos transtornos mostram que não estamos prontos,
que estamos sempre em construção.
Tijolo a tijolo, o templo da nossa história vai ganhando forma.
O outro também está em construção e também causa transtornos. E, às vezes, um tijolo cai e magoa-nos.
Outras vezes, é a cal ou o cimento que está no nosso rosto.
E quando não é um, é outro; em todo o tempo temos precisamos de nos limpar e cuidar das nossas feridas; os outros que convivem connosco também terão de fazer o mesmo.

Os erros dos outros, os meus erros. Os meus erros, os erros dos outros. Esta é uma conclusão essencial: todos as erramos: quem é sem pecado atire a primeira pedra, disse Jesus, e todos se retiraram a partir dos mais velhos.

Conclusão: somos imperfeitos, falhamos, por isso perdoar é uma necessidade humana e cristã.

Perdoar é cuidar das nossas feridas e sujeiras. É compreender que os transtornos são muitas vezes involuntários. Que os erros dos outros são semelhantes aos meus erros e que, como caminhantes de uma jornada, amanhã é outro dias, precisamos de olhar adiante, de avançar!

Se não nos perdoarmos, o que se passou, a poeira, o tijolo caído, acabarão por cegar o nosso olhar e já não conseguimos contemplar os novos horizontes. Ficamos presos e não conseguimos avançar.
E será um desperdício!

O convite que faço é que experimente a beleza do perdão.
É um banho na alma! Deixa-nos leves!
Se eu errei, se eu o magoei, se eu o julguei mal,
desculpe-me por todos esses transtornos …
Estou em construção!
Papa Francisco

Deus ama-te

Setembro 18th, 2017

Tens uma grande certeza: Deus amá-te 
* Se acreditares, já tem uma grande certeza em teu coração: Deus é Pai, Deus é Amor, ama-te e nada e ninguém o fará desistir de te amar.  
* Ele é Pai, Seu Amor é irreversível. É incondicional: Ele ama-te sempre, mesmo quando lhe voltes as costas com teus pecados.   
* Acredita no Seu Amor e diz a ti mesmo: sou pecador, mas sei que Deus não desiste, mesmo neste momento, se que Ele gosta de mim, sei que Ele contínua amando-me.  
* Deus é Amor. Se, pela fé, ainda não chegaste a esta convicção é porque há algo de errado na tua vida espiritual que é preciso corrigir. Deixa que Deus te toque com Seus Espírito de Amor, que te cure e transforme a tua vida.  
* Diz a ti próprio, neste momento: Deus que me criou, se existo é porque Ele me ama. Em Jesus, Ele fez de mim um Seu filho, derramando em Mim o Seus Espírito. Deus, o Pai do Céu, ama-me, em Jesus fez de mim um filho, um filho único, especial, muito amado.  
* Se perguntássemos a um pai ou a uma mãe de dez filhos, qual deles é o mais amado por eles. Eles responderiam que todos são igualmente amados, cada um de forma diferente, especial. Assim é Deus para connosco: ama a todos e a cada um na sua originalidade.  

Ser feliz

Setembro 18th, 2017

“Meu amigo, tu podes ter defeitos, estar ansioso, e viver alguma vez irritado, mas não esqueça que a sua vida é a maior empresa do mundo.
Só você pode impedir que a sua vida vá em declínio.
Nem tudo é negativo! Há pessoas que apreciam suas qualidades,
que lhe admiram e que o amam.

Gostaria que lembrasse que ser feliz não é ter um céu sem tempestade,
uma estrada sem acidentes, trabalho sem cansaço, relações sem decepções.
– Ser feliz é achar a força no perdão, esperança nas batalhas, segurança no palco do medo, amor na discórdia.
– Ser feliz não é só apreciar o sorriso, mas também refletir sobre a tristeza. Não é só celebrar os sucessos, mas aprender lições dos fracassos. Não é só sentir-se feliz com os aplausos, mas ser feliz no anonimato.
– Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver a vida, apesar de todos os desafios, incompreensões, períodos de crise.
– Ser feliz não é uma fatalidade do destino, mas uma conquista para aqueles que conseguem viajar para dentro de si mesmo.
– Ser feliz é parar de sentir-se vítima dos problemas e se tornar autor da própria história. É atravessar desertos fora de si, mas conseguir achar um oásis no fundo da nossa alma. É agradecer a Deus por cada manhã, pelo milagre da vida. Ser feliz, não é ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si. É ter coragem de ouvir um “não”. É sentir-se seguro ao receber uma crítica, mesmo que injusta. É beijar os filhos, mimar os pais, viver momentos poéticos com os amigos, mesmo quando nos magoam.
– Ser feliz é deixar viver a criatura que vive em cada um de nós, livre, alegre e simples. É ter maturidade para poder dizer: “errei”. É ter a coragem de dizer:”perdão”. É ter a sensibilidade para dizer: “eu preciso de você”. É ter a capacidade de dizer: “te amo”.
– Que a tua vida se torne um jardim de oportunidades para ser feliz… Que nas suas primaveras seja amante da alegria. Que nos seus invernos seja amante da sabedoria. E que quando errar, recomece tudo do início. Pois somente assim será apaixonado pela vida. Descobrirá que ser feliz não é ter uma vida perfeita. Mas usar as lágrimas para irrigar a tolerância. Utilizar as perdas para treinar a paciência. Usar os erros para esculpir a serenidade. Utilizar a dor para lapidar o prazer. Utilizar os obstáculos para abrir janelas de inteligência. Nunca desista….Nunca renuncie às pessoas que o amam. Nunca renuncie à felicidade, pois a vida é um espetáculo incrível”. (Papa Francisco).

Pedras vivas

Setembro 18th, 2017

Somos pedras vivas do Templo do Senhor.

“Aproximando-vos dele (Jesus) pedra viva, rejeitada pelos homens, mas escolhida e preciosa aos olhos de Deus, vós também, como pedras vivas, entrai na construção de um edifício espiritual” (1Pd 2, 4-5)

Cada um de nós é uma pedra viva do templo do Senhor.
Numa construção, nenhuma pedra pequena é inútil,
mesmo a mais pequena e escondida,
muito pelo contrário, cada uma é escolhida por Jesus,
e nas Suas mãos, ela torna-se uma pedra necessária e preciosa, porque Jesus a recolhe, a guarda com grande ternura, a trabalha com o seu Espírito, e a coloca no seu lugar certo.

Deus desde sempre pensou nela e colocou-a no lugar certo
afim de ser mais útil no conjunto de toda a construção. 

Cada um de nós é uma pequena pedra,
mas nas mãos de Jesus
participa da construção da Igreja”.

Assim, como pedras trabalhadas por Jesus,
“cada um de nós, por pequeno que seja,
nas Suas mãos, torna-se uma “pedra viva”.

Somos pedra vivas
porque cada um de nós habita o Espírito Santo,
repleta de vida de amor.
Cada um, é uma pedra escolhida
e tem um lugar e uma missão próprias na Igreja:
A Igreja é uma comunidade de vida,
feita de tantas pedras, todas diferentes,
cada uma no seu lugar, formam um único edifício,
cada uma é sinal da fraternidade e da comunhão”.
Papa Francisco

Para o Alto

Setembro 17th, 2017

Para o Alto

“A águia não luta com a cobra no chão.
Ela leva a cobra para o céu,
muda o campo de batalha,
e logo depois a solta.

A cobra não tem nenhuma resistência,
poder e nenhum equilíbrio no ar.
Em seu terreno a serpente é poderosa e mortal, mas no ar ela é inútil, fraca e vulnerável.

Leve a sua luta para o CÉU
em oração
e Deus assumirá as tuas batalhas.
Não lute contra o inimigo
na sua zona de conforto,
mas mude o território da batalha.
Leve-a para o alto
e Você terá a certeza da vitória!!.

Quando a terra não tem solução,
o céu já está tomando providências”.

O eixo da vida

Setembro 17th, 2017

Orar é dirigir‑se para o centro da vida e do amor.
É como numa roda, quanto mais me aproximo do eixo
tanto mais estou próximo da Fonte da Vida.  
A minha tendência é distrair‑me
com a diversidade dos inúmeros raios da vida.
Os raios têm sentido porque ligam ao centro,
da mesma forma, a minha tem sentido quando esta ligada a Deus.

Se olhar para os inúmeros raios e me deixo distrais com eles,
estou em toda a parte mas não estou centrado em parte nenhuma.
O centro é o eixo que me dá sentido.  

Ao dirigir a minha atenção para centro o movimento é mais lento,
mas estou no eixo, isto é na fonte de todo o movimento. Assim é a oração.
Quando estou em oração estou no eixo da vida,
isto é no centro do meu próprio coração, onde Deus habita,
estou no coração de Deus e no coração do mundo.  

É neste lugar que entro na profundeza do meu próprio coração.
É neste lugar que encontro o coração de Deus, que me fala de amor.
Neste lugar se realiza a comunhão com Deus,
e é precisamente neste lugar que todas as minhas irmãs e irmãos
estão em comunhão uns com os outros.  

O grande paradoxo da vida espiritual é, de facto, o seguinte:
o que o que é mais pessoal é mais universal,
o que é mais íntimo é o mais comum a todos,
e que é o mais contemplativo é o mais ativo. 

A roda de vagão mostra que o eixo
é o centro de toda a energia e movimento,
mesmo quando frequentemente dá a impressão de que não se move.
Com a oração, deixamos o movimento frenético
e entramos no descanso de Deus,
é nesse descanso que madurece a acção
pois em Deus ação e descanso são uma e a mesma coisa.
Assim também acontece na oração. 

Não percas tempo

Setembro 17th, 2017

Por que gastais o dinheiro naquilo que não é pão,
o vosso suor, naquilo que não satisfaz?
Ouvi-me atentamente, comei o que é bom
e vos deleitareis com finos manjares. (Isaías 55,2)

Não percas tempo com o mundo,
não gastar tempo com o mundo,
és peregrino nessa terra.

Temos sim necessidades que devem ser supridas,
para isso não deixamos de trabalhar
e proporcionar sustento e até mesmo conforto,
para nós e nossa familia.

Mas façamos tudo para glória de Deus,
façamos tudo com excelência,
pois estamos a trabalhar para o Senhor.
É Deus o Senhor da vida, escuta a Sua Palavra,
o que Ele tem para te dizer.
Ele fala de vida e vida eterna.
Edifica a tua vida com a Sua Palavra,
e certamente encontrarás a Luz que orienta teu caminhar.
Sua Palavra é alimento,
uma mesa que te deleitará com os mais finos manjares.

ORAÇÃO: Pai querido, retira de mim
todo apego exagerado as coisas deste mundo,
ensina-me a acumular tesouros no céu, e não aqui na terra,
ensina-me e a confiar em Ti, Senhor,
que és a fonte que me sustenta
e nada me faltará.