Archive for the ‘Doutrina da Igreja’ Category

O DIABO HOJE – GEORGES HUBER

Terça-feira, Setembro 10th, 2019

GEORGES HUBER,
O DIABO HOJE, QUADRANTE, SÃO PAULO, 1999
Distribuído em Portugal por: REI DOS LIVROS (pp. 107)
Rua dos Fanqueiros 77-79, Lisboa
Baixar o livro pdf: Huber-Odiabo hoje
Baixar o livro word: Huber-Odiabo hoje

O QUE É O CEMITÉRIO

Segunda-feira, Agosto 26th, 2019

O que é um Cemitério?
O cemitério é simplesmente o lugar do repouso dos mortos. A palavra cemitério vem do latim: caemeterium, que literalmente significa dormitório, como a palavra grega donde se origina. Dormitório! Lugar de descanso. Lá estão aqueles sobre os quais reza a Igreja, dizendo: Requiem aeternam dona eis, Domine! — Dai-lhes, Senhor, o descanso eterno. Os corpos dos fiéis cristãos dormem, à espera da ressurreição. A Igreja chama o cemitério o lugar onde dormem os fiéis. O Ritual Romano fala na bênção “do lugar onde dormem os fiéis”… Que expressões!
Artigo completo in pdf O que é um Cemitério

A serpente Antiga

Sábado, Dezembro 29th, 2018

A palavra diabo significa divisor, acusador e descreve como ele actua: primeiro leva os homens a pecar, separa-os de Deus e depois ele mesmo se torna acusador (Ap 12). A palavra Satanás, significa adversário, inimigo. São Pedro chama-o “o adversário do homem” (1Pd 5,8). São João define-o “homicida desde o princípio”, mentiroso e pai da mentira (Jo 8,44). É no Livro do Apocalipse que ele é chamado a Antiga serpente, o dragão enganador, aquele que seduz o mundo inteiro, aquele que combate àqueles que observam os mandamentos de Deus e dão testemunho de Jesus (Ap 12,9.17). Ver o artigo completo: A serpente antiga

FÉ CRISTÃ E DEMONOLOGIA

Sábado, Julho 21st, 2018

Os leitores poderão encontrar aqui um estudo muito recomendado da Sagrada Congregação para a Doutrina da Fé, publicado em 26 de junho de 1976: “FÉ CRISTÁ E DEMONOLOGIA”. O primeiro capítulo afirma que Jesus quando fala do demónio não está condicionado pela cultura do seu tempo. Depois dá a palavra aos padres da Igreja e ao seu magistério. A Igreja tem dedicado a este assunto poucas afirmações dogmáticas porque raramente surgiu esta necessidade. O texto antigo mais importante é do início do século XIII: “Acreditamos firmemente e simplesmente professamos que Deus é o Criador de todas as coisas visíveis e invisíveis … O diabo e os outros demónios foram criados por Deus bons por natureza, mas se tornam maus por eles próprios, de sua própria iniciativa”.
Leia o documento completo: Fé Cristã e demonologia

19 – Religião e superstição

Quinta-feira, Julho 12th, 2018

Há uma atitude religiosa, quando uma pessoa crê em Deus, o adora, o louva, o bendiz, lhe agradece, lhe pede perdão dos seus pecados e lhos confessa, humildemente, entregando-Lhe, total e e incondicionalmente a sua vida.
Há uma atitude supersticiosa, quando uma pessoa, por meio de determinadas fórmulas, ritos, gestos, filtros, amuletos ou talismã, pensa proteger-se da má sorte e atrair a boa sorte e a riqueza ou adquirir um poder ou um domínio extraordinários sobre a realidade que o circunda.
Veja o artigo completo: Atitude religiosa e atitude supersticiosa

Ex opera operato – A eficácia dos Sacramentos

Terça-feira, Julho 10th, 2018

Os Sacramentos, segundo o ensinamento da Igreja, actuam “ex opere operato”. É esta uma expressão latina introduzida por São Tomás de Aquino, que quer dizer, pela força do próprio rito, independentemente da santidade do ministro. Os sacramentos comunicam a graça santificante, que é a “participação na vida divina” de que falou São Pedro (1Pd 1, 4), que a pessoa recebe sempre que tenha as devidas disposições a recebê-la e não a poderá receber caso lhe ponha obstáculos. Por isso os frutos dos Sacramentos dependem do esforço de conversão da pessoa; das suas disposições interiores.
Ler o artigo completo: A eficácia dos sacramentos

A prática do ocultismo é idolatria

Terça-feira, Abril 17th, 2018

Um cristão não pode de forma nenhuma recorrer a médiuns, curandeiros, bruxos, espiritas e a outras práticas do ocultismo. Todo o ocultismo e outras práticas supersticiosas estão em aberto contraste com a doutrina cristã, constituem um pecado de idolatria.
Ver o artigo completo: A prática do ocultismo é idolatria

CREIO NA COMUNHÃO DOS SANTOS

Segunda-feira, Abril 16th, 2018

Esta é a vida eterna: que te conheçam a ti, único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem Tu enviaste.” (Jo 17,3). A vida eterna já começou, não começa quando morremos, é a nossa vida que continua e se estende por toda a eternidade. Mais, não é simplesmente uma vida sem fim, é uma vida em plenitude: é conhecer Deus. Os santos são aquelas pessoas que deixaram este mundo e agora vivem em comunhão com Deus: é a Igreja triunfante. Outras pessoas deixaram este mundo mas precisam de purificação, por isso agora estão no Purgatório: é a Igreja purgante. Nós que vivemos neste mundo vamos lutando para alcançarmos a santidade: é Igreja militante ou peregrina. Quando falamos da Comunhão dos Santos queremos dizer que existe uma ligação de amor, uma comunhão, entre a Igreja triunfante, a Igreja purgante e a Igreja peregrina. Esta comunhão fé e de amor, que começa agora e continuará eternamente. cateq-20-a-comunhao-dos-santos.pps

Reflexão: O materialismo, o racionalismo e a concepção edonista da vida que dominam a nossa sociedade, obscureceram no coração de tantos cristãos esta realidade espiritual grandiosa que é a comunhão dos santos. Esta comunhão  é viva e operante na Igreja e inclui a Igreja peregrina em terra, a Igreja triunfante do Céu e a Igreja em purificação do Purgatório. A vida terrena é preparação para a eternidade. A morte é uma passagem: a vida continua, deixamos o corpo, mas a alma vive, continua a actuar, amando e louvando a Deus. A Igreja peregrina em terra vive em comunhão com a Igreja celeste, com a oração, com os sacramentos e, na forma mais sublime, celebrando a Eucaristia, fonte inesgotável de comunhão. Esta comunhão inclui a Igreja purgante, uma comunhão de oração e penitência, onde é possível ajudar as almas do Purgatório e receber a bênção da sua gratidão, pois elas intercedem por nós. Em terceiro lugar, pela comunhão dos santos, podemos ver nos bem-aventurados do Paraíso, não simplesmente exemplos a imitar, mas também amigos que nos protegem com a sua intercessão.

A VIRTUDE DE RELIGIÃO

Sábado, Abril 14th, 2018

O primeiro mandamento proíbe honrar outros deuses além do único Senhor e o segundo mandamento manda respeitar o nome do Senhor. «A superstição representa, de certo modo, um excesso perverso de religião; a irreligião é um vício oposto, por defeito, à virtude de religião» (Catecismo da Igreja Católica, n. 2110). Com estas poucas linhas, o Catecismo da Igreja Católica introduz a tratado dos mandamentos. O que é a virtude de religião? Leia o artigo completo: A virtude de religião

REIKI – Princípios de Avaliação

Domingo, Janeiro 21st, 2018

PRINCÍPIOS DE AVALIAÇÃO DO REIKI COMO TERAPIA ALTERNATIVA

Comissão para a Doutrina da Fé da Conferência Episcopal dos EUA

1.De vez em quando são levantadas questões acerca das diversas terapias alternativas que estão presentes nos Estados Unidos. Por vezes os Bispos são questionados: “Qual é a posição da Igreja acerca dessas terapias?” A Comissão Episcopal dos Estados Unidos para a Doutrina da Fé preparou este subsídio, com o fim de ajudar os bispos a responder a esta questão. reiki-principios-de-avaliacao.doc