Um risco: morrer sem ter vivido

17 de Junho de 2010 0 Por Pe Leo Orlando

NÃO MORRAMOS SEM TER VIVIDO
A coisa pior que pode acontecer a um ser humano é morrer sem ter vivido. Por isso, aproveitemos o tempo para viver intensamente, na tensão constante de nos tornarmos mais humanos e de nos abrirmos aos demais para os fazermos felizes. A morte deve ser um estímulo para apreciar o dom da vida e partilha-la com os outros.