Agradecer também pelas fraquezas

Podemos agradecer a Deus também pelos nossos pecados, mas é necessário reconhece-los, arrepender-se, pedir perdão e reparar. Arrepender-se, tentar reparar as consequências negativas dos nossos pecados é sinal de amor. Arrepender-se, confiar em Deus, fazer o bem é uma estratégia muito eficaz para impedirmos que o mal tome posse de nós. É sinal da presença de Deus na nossa vida. Porque então não agradecer-Lhe pela força que Ele nos dá.

Se amamos a Deus, encontramos sempre motivos para Lhe agradecer. Se temos a consciência dos nossos pecados e nos tornamos mais humildes é um grande dom de Deus. Se temos a capacidade de aprender através dos erros, é dom de Deus. Se temos a vontade de nos emendarmos, é dom de Deus. Se temos força par corrigirmos o nosso comportamento, é sinal do amor de Deus na nossa vida.

Se reconhecermos as nossas fraquezas e fragilidades, mas não desanimamos porque confiamos em Deus, este é mais um sinal da Sua Presença na nossa vida. Porque não agradecer-Lhe?

Deus é um Pai bom e misericordioso sempre pronto a nos perdoar, por isso, podemos reconhecer os nossos pecados com serenidade, sem nos sentirmos humilhados, antes, no mesmo instante que os reconhecemos, Ele nos acolhe com amor e nos perdoa. O Seu perdão restaura em nós o que estava partido e enche-nos de paz. Ele fortalece a nossa vontade evitarmos o mal e fazermos o bem. Tudo isso, é sinal de que estamos vivos interiormente, de que Deus está presente e opera na nossa vida. Porque não agradecer-Lhe?

A experiência da nossa fraqueza ajuda-nos a compreender melhor os outros. Porque não agradecer ao Senhor também pela capacidade que Ele nos dá de compreender os outros? Além disso, depois do pecado, Ele nos dá o Seu perdão. A Sua graça torna-nos mais fortes contra o mal: a antiga serpente não nos pode surpreender repentinamente. Porque não agradecer-Lhe pela força que Ele nos dá?

Se não encontramos a paz dentro de nós é porque a consciência nos chama à atenção. Ter uma consciência viva, sensível, é um outro sinal da presença do Senhor na nossa vida. Então, porque não agradecer-Lhe?

Podemos agradecer ao Senhor por tudo, também pelas fraquezas, não para ficarmos nelas, mas sim, para as superarmos. Arrepender-se, depois de uma falta, é o primeiro passo para não voltar a cair. A Sua bondade dá-nos uma grande força para vencermos o mal e fazermos o bem. Temos de agradecer o Senhor!

Somos pecadores, mas, se em lugar de desanimarmos, escolhemos confiar no Senhor e pedir a Sua ajuda, nos tornamos mais fortes contra o mal. Se reconhecermos os nossos pecados e pedimos perdão é dom de Deus. Se temos um coração humilde e sincero, isto muito agrada ao Senhor, é sinal de que nos deixamos iluminar pela Verdade e não nos permitimos que o mal nos escravize. A confiança, a humildade e a sinceridade são sinais da presença de Deus na nossa vida. Porque não agradecer ao Senhor por tudo isso?

A pessoa que agradece é humilde porque se deixa iluminar pela verdade e nunca desanima porque confia na bondade de Deus.

«Bendiz, ó minha alma, o Senhor e não esqueças todos os seus benefícios. É Ele que perdoa as tuas culpas e cura todas as tuas enfermidades. É Ele que resgata a tua vida do túmulo e te coroa de graças e bondade. É Ele quem acumula de bens a tua existência. O Senhor é misericordioso e compassivo, não está sempre a repreender. Não nos tratou segundo os nossos pecados, nem nos castigou segundo as nossas culpas. Como o pai se compadece dos filhos, assim o Senhor se compadece dos que o temem. Ele conhece de que somos formados … Os nossos dias são como o feno, mas a sua graça dura para sempre. Bendizei ao Senhor, todas as suas obras, bendiz, ó minha alma, o Senhor» (do Salmo 103).

«Bendirei o Senhor em todo o tempo; o seu louvor estará sempre nos meus lábios. Saboreai e vede como o Senhor é bom, feliz o homem que Nele se refugia. Temei o Senhor, vós os Seus santos, porque nada falta àqueles que O temem». (do Salmo 34).

Comments are closed.