São grandes os dons de Deus

Na nossa sociedade, onde a maioria das famílias vivem bem, se alguém oferecer algo a um pobre, por exemplo, um pedaço de pão, ele recebe-o e quase nem agradece. Se agradecer, fá-lo-ia com pouca convicção. Seria diferente se alguém lhe oferecesse uma nota de cem euros.

Se alguém oferecesse um cheque a quem não sabe ler, este agradeceria sim, mas com pouca convicção, como se tivesse recebido um pedaço de pão. Só mais tarde, ao trocar aquele cheque no banco, ele se aperceberia do seu valor real e talvez, voltaria atrás para agradecer com maior entusiasmo.

Nós somos como esse pobre que não sabe ler. Não agradecemos a Deus porque não sabemos reconhecer a beleza e grandeza dos Seus dons. Muitas vezes só os reconhecemos e apreciamos quando os perdemos e, assim, apreciamos o dom da saúde só quando a perdemos e o valor das pessoas queridas só quando morrem.

Oração:
Ensina-me, ó Pai, a reconhecer a beleza a a grandeza dos Teus dons. É verdade, os recebo todos os dias, gratuitamente, sem me aperceber e, infelizmente, poucas vezes me lembro de Te agradecer. Vivo tão distraído e fechado no meu egoísmo que nem sequer os reconheço, ignoro-os completamente. Espírito Santo, abre os meus olhos, ilumina a minha mente, dissipa todas as trevas que me impedem de reconhecer que tudo na minha vida é dom Deus: a família, os amigos, os colegas e todas as pessoas que me ajudaram a crescer; as minhas capacidades, o meu trabalho e tudo o que consigo fazer ou ganhar, tudo é dom de Deus. Envia, Senhor, os Santos Anjos que sem cessar Te louvam a no Céu, e que eu aprenda com eles a louvar-Te e a agradecer-Te, tal como Tu mereces. Senhor Jesus Cristo, manso e humilde, que louvaste o Pai, pelas flores do campo e pelos passarinhos do céu, cura o meu coração para que se encha de amor e gratidão. Amén.

Comments are closed.