A oração é vida

A oração toca o mistério íntimo de cada ser humano. Em todos os cantos da terra há homens e mulheres que se recolhem para a oração. Existem diversas forma de oração. Muitos rezam o Terço Mariano, o Terço da Misericórdia ou outras orações, é o que chamamos de oração vocal (CIC 2700); outros procuram compreender como viver melhor a sua vida cristã, por isso escutam e Palavra de Deus, dando atenção aos movimentos interiores do coração, é o que chamamos de meditação (CIC 2705); outros, em fim, procuram um encontro íntimo e mais profundo com o Senhor, cultivando o silêncio interior do coração, é o que chamamos de contemplação (CIC 2709).

Em cada orante há sentimentos de adoração, de agradecimento, de louvor, de súplica e de arrependimento; há pedidos de misericórdia, apelos para a fraternidade e esperança dum mundo de bondade, de justiça e de paz.

A oração é uma necessidade vital. Como o nosso corpo precisa de alimento para viver, assim é também para a nossa alma. A oração é o respiro da alma, se não respiramos, morremos. Não é Deus que precisa da nossa oração, somos nós que precisamos de Deus para viver. Quando oramos, alimentamos a nossa alma. A oração liberta-nos da escravidão do mundo e do pecado. Quando não oramos, nos afastamos de Deus e recaímos na escravidão do pecado. Como pode o Espírito Santo ser a “nossa vida” se o nosso coração estiver longe d’Ele. A oração é o alimento da vida cristã, torna possível o impossível, fácil o que é difícil, mantém viva e graça de Deus em nós (cf. CIC 2744).

Comments are closed.