Jesus ensina a orar com confiança

O Evangelho de São Lucas ao capítulo 11 resume o ensinamento de Jesus sobre a oração: “Sucedeu que que Jesus estava em oração num lugar isolado. Quando acabou, um dos seus discípulos disse-lhe: “Ensina-nos a orar, como João também ensinou os seus discípulos” (Lc 11,1-2). Jesus respondeu ensinando a oração do Pai Nosso.

A seguir, contou uma parábola – a do juiz iníquo e da pobre viúva – sobre a necessidade de orar continuamente, sem desfalecer ou sem desistir.

O juiz iníquo não temia a Deus nem respeitava os homens. Por muito tempo recusou de atender uma viúva que lhe pedia justiça contra o seu adversário. Mas, um dia, diante da sua insistência, resolveu atendê-la, para que não voltasse mais a importuná-lo. O Senhor Jesus continuou: “Reparai nas palavras do juiz iníquo. E Deus não fará justiça aos seus eleitos que clamam para Ele dia e noite? Será que os deixará esperar? Eu vos digo que vai fazer justiça prontamente” (Lc 18, 1,-7).

Jesus ensinou a orar com insistência, também com a parábola do amigo inoportuno, escutemos: “Disse-lhes também: Sem algum de vós tiver um amigo, e for ter com no meio da noite, e lhe disser: Amigo, empresta-me três pães, pois chegou de viagem um amigo em minha casa e eu não tenho nada para lhe oferecer. Se ele lhe responder lá de dentro: “Não me incomodes, a porta já está fechada, eu e os meus filhos estamos deitados, não posso levantar-me para tos dar”. Eu vos digo que, ainda que não se levante a dar-lhos, por ser seu amigo, levantar-se-á, devido à sua insistência” (Lc 11, 5-8)

Jesus diz que o juiz, mesmos sendo mau, atendeu aquela viuva devido a sua insistência; como também o amigo atendeu o seu amigo pela sua insistência. Jesus faz notar que muito mais o Pai que é bom e misericordioso atende a suplica dos seus filhos.

Se por um lado, Jesus ensina a imitar a insistência da viuva e do amigo inoportuno, por outro lado, também ensina a pedir ao Pai com grande confiança. Escutemos: “Eu digo a vós: Pedi, e dar-se-vos-á; procurai e encontrareis; batei e a porta abrir-se-á para vós. Porque quem pede recebe; quem procura, encontra; e a quem bate a porta abrir-se-á.Pois se vós, que sois maus, sabeis dar coisas boas aos vossos filhos, muito mais o Pai do Céu dará o Espírito Santo àqueles que lho pedirem!” (Lc 11, 9-13).

Comments are closed.