Suportar

Imitação de Cristo, Livro III, Cap. 19

1. Jesus: Filho, que é o que estás a dizer? Deixa de te queixar, e considera a minha paixão e os sofrimentos dos santos. Ainda não tens resistido até derramar sangue (Heb 12,4). O que estás a sofrer é pouco em comparação ao que sofreram tantos outros, tão cruelmete tentados, tão gravemente atribulados, com tantas provações e angústias. Convém, pois que te lembres das graves tribulações dos outros, afim de suportar mais facilmente as tuas misérias, que são mais leves. E te não parecem tão leves, olha, é por causa da tua grande impaciência que as amplia. Mesmo assim, quer que sejam grandes, quer que sejam pequenas, procura suportar tudo com paciência.


Paciência e sabedoria
2. Quanto melhor te dispões para padecer, tanto mais actuarás com sabedoria, serás mais paciente e as tuas ações terão maiores merecimentos aos olhos de Deus; com a resignação e a prática torna-se também mais suave o sofrimento. Não digas: não posso suportar isto daquele homem, nem posso tolerar injurias como estas; nunca imaginei que me pudessem acusar dessas coisas, com tão grandes prejuízos; se fossem outras pessoas aceitá-la-ia em paz, julgando que deveria sofrer. Insensato é semelhante modo de pensar, pois não considera o valor da paciência nem olha para Áquele que dará uma coroa de glória, mas olha só as pessoas e as ofensas recebidas. 


Tudo nas mãos de Deus
3. Não é de verdade paciente aquele que quer evitar o sofrimento e só quer o que lhe apetece e de quem lhe apraz. O verdadeiro paciente não repara de quem lhe vem a provação, se vem do seu superior, do seu colega do inferior, se vem de homem bom e santo, ou de que é mau e perverso. Mas, sem diferença de pessoa, sempre que lhe sucede qualquer adversidade, aceita-a com gratidão como recebida da mão de Deus e a considera um grande lucro para sua alma. De facto, aos olhos de Deus qualquer coisa, por insignificante que seja, se a sofremos por amor terá merecimento aos olhos de Deus.


Não há prémio sem luta
4. Estejas portanto preparado para o combate, se queres obter a vitória. Sem combate não podes conquistar a coroa da vitória. Se não queres sofrer, estás a recusar o coroa; mas, se desejares ser coroado, enfrenta corajosamente o combate e suporta tudo com paciência. Sem trabalho não se consegue o descanso e sem combate não se alcança a vitória. 


Oração
5. Tornai-me, Senhor, possível, pela graça, o que me parece impossível pela natureza. Vós bem sabeis quão pouco sei sofrer, e que logo fico desanimado com a menor contrariedade. Tornai-me amável e desejável qualquer provação e aflição, porque padecer e ser mal-tratado por Vosso amor, é muito proveitoso à minha alma. 


Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.