Jesus, salva-me

2 de Janeiro de 2014 0 Por Pe Leo Orlando

O barco dos discípulo estava longe da terra açoitado pelas ondas e pelo vento contrário. De madrugada, Jesus foi ter com eles, caminhando sobre o mar. Os discípulos ficaram assustados, mas no mesmo instante, Jesus falou-lhes, dizendo: «Confiai! Sou Eu! Não temais!» Pedro respondeu-lhe: «Se és Tu, Senhor, manda-me ir ter contigo sobre as águas.» «Vem» – disse-lhe Jesus. E Pedro, descendo do barco, caminhou sobre as águas para ir ter com Jesus. Mas, sentindo a violência do vento, teve medo e, começando a ir ao fundo, gritou: «Salva-me, Senhor!» Imediatamente Jesus estendeu-lhe a mão, segurou-o e disse-lhe: «Homem de pouca fé, porque duvidaste?» (Mt 14,24-31)

Senhor Jesus, somos homens de pouca fé

  • O Apóstolo Pedro confiava em Ti e caminhava seguro em cima da tempestade, mas quando se deixou amedrontar pelo turbilhão furioso das ondas, tremeu, hesitou, desconfiou e começou a afundar-se e recebeu a tua reprensão: “Homem de pouca fé, porque duvidaste?”.

  • Jesus, a história de Pedro resume a nossa história. Nos momentos em que estamos fervorosos nos abrigamos confiantes nas Tuas mãos, mas quando chegar a tempestade ficámos, ansiosos, abalados, desconfiamos e afundamos. Por isso, a Tua repreensão a Pedro é também para nós. Somos homens e mulheres de pouca fé.

  • A tempestade assalta-nos de muitas maneiras: estamos preocupado com as dívidas, com os bens materiais, com a comida, com a nossa reputação, com a saúde, com o nosso futuro. Sentimo-nos enfraquecidos com a perda das pessoas que amamos. Esquecemo-nos da Providência Infinita de Deus, murmuramos, revoltamo-nos, cortamos contigo, o único que nos pode dar alento e esperança. Assim aumentamos as nossas dificuldades e tornamos mais dolorosa a nossa cruz.

  • Senhor Jesus, se tivéssemos confiado em Ti nada disso teria acontecido, confiando em Ti e nas Tuas Palavras, teríamos caminhado calmamente em cima da tempestade, e teríamos chegado com serenidade a outra margem, hospedados e abrigados debaixo do teu manto, protegidos pelas Tuas mãos poderosas, confortados e fortalecidos com a Tua Palavra.

  • Jesus, nós te pedimos, aumenta a nossa confiança, que permaneçamos firme na fé, mesmo no meio da tempestade, seguros que não tardará a Tua intervenção. Que tenhamos esta grande humildade de confiar em Ti, sempre, em todas as circunstâncias. Alimenta em nosso coração que tudo é possível a quem acredita. Que sejamos confiantes e teremos a Tua Luz em nossas almas.

  • Senhor Jesus, meu Senhor e meu Deus, estou vazio, inseguro, desconfiado. Sinto-me ameaçado e acredito ter fracassado.

  • O mar é tão vasto e o meu barco tão pequeno! Antecipo o pior quando, vezes e vezes sem conta, o pior nunca acontece.

  • Confio em Ti, Jesus, como Pedro, clamo: “Salva-me, Senhor!”, segura-me nos Teus braços, abriga-me, salva-me de todos os perigos. Levanta-me, Senhor Jesus, transforma meus medos em esperança, a minha fragilidade em força;

  • Acalma o meu espírito agitado e confuso, ajudai-me a ter paz e sossego. Que o Espírito Santo consolador reconforte a minha alma, habite em mim, encha todo o meu ser, tenho comigo a Tua paz.