Palavras de confiança

2 de Janeiro de 2014 0 Por Pe Leo Orlando

Palavras de Confiança

  • Uma mulher sofria de hemorragias há doze anos, aproximou-se de Jesus, cheia de confiança e tocou na orla do seu manto. Jesus voltou-se e disse-lhe: «Filha, a tua fé te salvou» e, naquele mesmo instante ficou curada (Mt 9,20-22).

  • Quatro pessoas cheias de fé colocaram um paralítico aos pés de Jesus. Jesus, vendo a fé deles, disse ao paralítico: “filho, tem confiança, os teus pecados estão perdoados … levanta-te, toma a tua caminha e vai para tua casa” (Mt 9,2).

  • Aos Apóstolos apavorados, no meio da tempestade, Jesus disse: «Confiai em Mim, sou Eu, não tenhais medo» (Mc 6,50).

  • E na Última Ceia, Jesus, conhecendo os frutos infinitos do Seu sacrifício disse: “Eu não estou só, o Pai está sempre Comigo, confiai em Mim, Eu venci o mundo” (Jo 17-32-33).

Confiar em Deus é chave que nos permite enfrentar positivamente todos os momentos da nossa vida. Por isso, dirigimos a Jesus esta oração:

Jesus, ensinaste-nos a termos confiança em Deus

  • Jesus, a tua voz misteriosa ressoa no fundo do meu coração, sussurra palavras de amor e de paz. Tu conheces as minhas misérias e preocupações e me diz com doçura: “confia em Mim”.

  • Este convite á confiar em Ti, Jesus, que saiu da tua boca adorável, são palavras vibrantes, cheias de ternura, palavras que curam, que transformaram o coração.

  • Jesus, as Tua palavras: «Confiai em Mim», são Palavras de consolação, são como o orvalho que fecundam os corações áridos, são como luzes que dissiparam as trevas, são palavras de amor que infundem calma, serenidade e esperança.

  • As Tuas Palavras, Senhor, são “espírito e vida”, são palavras de “vida eterna” e felizes os que “as ouvem e põem em prática” (Lc 11,28).

Jesus, este convite é também para nós

  • Senhor Jesus, este convite a confiar em Ti é também para nós andamos atarefados e com tantas preocupações. É também para nós que andamos cansados e oprimidos. É também para nós que nos afastamos de Ti e sentimos o peso dos nossos pecados e das nossas misérias.

  • Estas palavras: “Não tenhais medo, confiai em Mim” são também para nós que recebemos tantas provas do Teus Amor e, mesmo assim, ainda tropeçamos, mas Tu não desistes, continuas a repetir com a mesma ternura: “Confiai em Mim”. Estamos aterrados com as nossas faltas e Tu nos ensinas a não desanimar, mas a renovar continuamente a nossa confiança em Ti. Obrigado, Senhor Jesus.

  • Somos homens e mulheres de pouca fé, mas como os Apóstolos te suplicamos, Senhor, “aumenta a nossa fé, aumenta a nossa confiança”. Com a ousadia da fé te suplicamos: Jesus, Tu és o Filho de Deus, para ti nada é impossível, aumenta a nossa fé, confiamos em Ti, Jesus toma o volante da nossa vida, sejas Tu a conduzir a nossa vida.

O pai de um menino possesso suplicou a Jesus para que curasse o seu filho: «se podes alguma coisa, socorre-nos, tem compaixão de nós.» Jesus respondeu-lhe: “tudo é possível a quem acredita”. Imediatamente o pai daquele menino, disse a voz alta: «Senhor, eu acredito, ajuda-me na minha pouca fé». (Mc 9,24)

  • Senhor Jesus, o pai desse menino doente é tão parecido connosco, pois também nós vacilamos na nossa fé, mas é um homem humilde, reconheceu que tinha pouca fé, e te pediu ajuda afim de ter mais fé. E foi atendido pela sua humildade. A sua pouca fé tornou-se uma fé robusta, inabalável.

  • Senhor Jesus, a nossa fé será sempre pequenina, mas te suplicamos, aumenta a nossa fé, ajuda-nos na nossa incredulidade, que tenhamos a ousadia de acreditar que tudo é possível para quem acredita, que tudo é possível quando confiamos em Ti. A nossa fé é pequenina, mas Te suplicamos, Jesus, tem compaixão de nós, ajuda-nos na nossa pouca fé.

  • Aquele pai amava o seu filho e queria que ficasse curado. É por amor, é para o bem do seu filho que pediu o dom de uma fé maior, uma fé capaz de mover o coração de Deus. Também nisto somos pequenos, por isso te suplicamos: «Jesus temos pouco amor, aumenta o nosso amor».