Archive for the ‘Imitação de Cristo’ Category

Vida interior

Quinta-feira, Outubro 12th, 2017

IMITAÇÃO DE CRISTO, LIVRO SEGUNDO, CAPÍTULO 1

EXORTAÇÕES À VIDA INTERIOR

O Reino de Deus está dentro de vós, diz o Senhor (Lc 17,21).
Converte-te a Deus de todo o coração, deixa este mundo miserável e tua alma achará descanso. Aprende a desprezar as coisas exteriores e entrega-te às interiores e verás chegar a ti o Reino de Deus. Pois o Reino de Deus é paz e e exultança no Espírito Santo (Rom 14, 17), que não se dá aos ímpios. Virá a ti Cristo para consolar-te, se lhe preparares no teu interior uma digna morada. Toda a Sua glória e formosura está no interior (Sl 44,14), e só aí que o Senhor se compraz. O homem que vive a vida interior é frequentemente visitado por Ele com doces conversas, amorosa consolação, grande paz e familiaridade sobremaneira admirável. 


Possui a Jesus Cristo
Avança, alma fiel, prepara o teu coração para receber o Esposo, a fim de que Ele se digne chegar e morar em ti. Pois assim Ele diz: “Se alguém me ama, guardará a minha palavra e nós viremos a ele e faremos nele a nossa morada” (Jo 14,23). Portanto, abre o teu coração a Cristo e fecha a tua porta a todos os outros.
Se possuíres a Cristo serás rico e satisfeito. Ele te basta! Ele mesmo será teu provedor e fiel procurador em tudo, de modo que não terás necessidade de te apoiar nos homens. Porque os homens mudam facilmente e faltam com facilidade à confiança, mas Cristo permanece eternamente (Jo 12,34), e firme nos acompanha até ao fim.

Jesus é a tua paz
Não podemos ter grande confiança no homem frágil e mortal, por mais que nos seja caro e útil; nem nos devemos afligir demais quando alguém nos contraria com palavras ou obras. Os que hoje estão contigo amanhã talvez sejam contra ti, e reciprocamente, pois os homens mudam como o vento. Põe toda a tua confiança em Deus, e seja Ele o teu temor e amor; Ele responderá por ti, e fará tudo para o teu bem e do melhor modo.
Lembra-te que não tens aqui morada permanente (Heb 13,14), por isso, e qualquer lugar estejas, és sempre estrangeiro e peregrino; e nunca encontrarás descanso, se não estiveres intimamente unido a Jesus. 


Abriga-te nas Suas Santas Chagas
Para que procurar ao teu redor, se não é este o lugar de teu repouso? A tua habitação é o Céu, as coisas deste mundo são passageiras, por isso não deves fixar nelas o teu olhar. Todas as coisas passam, e tu igualmente passas com elas; toma cuidado para não te apegares nelas, a fim de não te deixar escravizar e perder a tua alma. O teu pensamento seja o Altíssimo, par Ele eleva a tua alma e a Cristo dirige a tua súplica incessante.
Se não tens uma inteligência capaz de contemplar as coisas celestes, descansa meditando na paixão de Cristo e abrigar-te em suas Santas Chagas. Pois, se te acolheres com devoção nas Chagas do Senhor Jesus e nas Suas preciosas estigmas, sentirás grande conforto em todas as tuas tubulações, não darás importância ao desprezo dos homens e suportarás facilmente as calunias das línguas maldosas. 


Imita a paciência de Jesus
Cristo também foi desprezado pelos homens deste mundo, abandonados pelos seus conhecidos e desamparado pelos seus amigos mesmo nos momentos de maior necessidade, passando os opróbrios a Sua paixão.
Cristo quis padecer e ser desprezado; e tu pretendes queixar-te de alguém e por coisas pequenas? Cristo teve inimigos e caluniadores e tu pretende ter amigos e benfeitores? Como poderá ser coroada a tua paciência, se não encontrares alguma adversidade? Como podes ser amigo de Cristo, se não queres sofrer alguma contrariedade? Sofre com Cristo e por Cristo, se com Cristo queres reinar. 


O homem interior
Se uma só vez entraras perfeitamente no Coração de Jesus e gozaras um pouco de seu ardente amor, não farias caso daquilo que para ti é cómodo ou incomodo, mas muito pelo contrário, te alegrarias com os opróbrios recebidos; porque o amor de Jesus faz com que o homem se despreze a si mesmo. Quem amos Jesus e a verdade, isto é, o homem espiritual, é de verdade livre das afeições desordenadas; por isso pode recolher-se em Deus, elevar seu espírito acima de si mesmo e fruir delicioso descanso.

O hábito do recolhimento interior
Aquele que avalia as coisas pelo que são, e não segundo o dizem ou estimam os outros, este é o verdadeiro sábio, ensinado mais por Deus do que pelos homens. Quem sabe viver recolhido dentro de si e dá pouca importância às coisas exteriores, não precisa escolher o lugar nem o tempo para se dedicar aos exercícios de piedade.
O homem interior recolhe-se expontaneamente porque não dá atenção às coisas exteriores. Não fica prejudicado com o trabalho exterior, nem com as diversas ocupações, a seu tempo necessárias, mas sabe adaptar-se às diversas circunstâncias, conforme sucedem. Quem está bem interiormente disposto e ordenado na vida interior não se importa com as façanhas e os crimes dos homens. O homem fica contrariado e distraído, quanto se deixa envolver pela coisas do mundo. 


Deixa as criaturas
Se tu fores reto e puro, tudo te concorre para o teu bem, todas as coisas se mudam para o teu proveito. Mas, muitas coisas te causam desgosto e te deixam perturbado porque ainda não morrestes a ti mesmo, nem te desligaste das coisas terrenas.
Nada mancha tanto e embaraça o coração do homem como o amor desordenado às criaturas. Se renunciares às consolações exteriores, poderás contemplar e rejubilar frequentemente com as coisas celestes.

Suportar

Terça-feira, Outubro 10th, 2017

Imitação de Cristo, Livro III, Cap. 19

1. Jesus: Filho, que é o que estás a dizer? Deixa de te queixar, e considera a minha paixão e os sofrimentos dos santos. Ainda não tens resistido até derramar sangue (Heb 12,4). O que estás a sofrer é pouco em comparação ao que sofreram tantos outros, tão cruelmete tentados, tão gravemente atribulados, com tantas provações e angústias. Convém, pois que te lembres das graves tribulações dos outros, afim de suportar mais facilmente as tuas misérias, que são mais leves. E te não parecem tão leves, olha, é por causa da tua grande impaciência que as amplia. Mesmo assim, quer que sejam grandes, quer que sejam pequenas, procura suportar tudo com paciência.


Paciência e sabedoria
2. Quanto melhor te dispões para padecer, tanto mais actuarás com sabedoria, serás mais paciente e as tuas ações terão maiores merecimentos aos olhos de Deus; com a resignação e a prática torna-se também mais suave o sofrimento. Não digas: não posso suportar isto daquele homem, nem posso tolerar injurias como estas; nunca imaginei que me pudessem acusar dessas coisas, com tão grandes prejuízos; se fossem outras pessoas aceitá-la-ia em paz, julgando que deveria sofrer. Insensato é semelhante modo de pensar, pois não considera o valor da paciência nem olha para Áquele que dará uma coroa de glória, mas olha só as pessoas e as ofensas recebidas. 


Tudo nas mãos de Deus
3. Não é de verdade paciente aquele que quer evitar o sofrimento e só quer o que lhe apetece e de quem lhe apraz. O verdadeiro paciente não repara de quem lhe vem a provação, se vem do seu superior, do seu colega do inferior, se vem de homem bom e santo, ou de que é mau e perverso. Mas, sem diferença de pessoa, sempre que lhe sucede qualquer adversidade, aceita-a com gratidão como recebida da mão de Deus e a considera um grande lucro para sua alma. De facto, aos olhos de Deus qualquer coisa, por insignificante que seja, se a sofremos por amor terá merecimento aos olhos de Deus.


Não há prémio sem luta
4. Estejas portanto preparado para o combate, se queres obter a vitória. Sem combate não podes conquistar a coroa da vitória. Se não queres sofrer, estás a recusar o coroa; mas, se desejares ser coroado, enfrenta corajosamente o combate e suporta tudo com paciência. Sem trabalho não se consegue o descanso e sem combate não se alcança a vitória. 


Oração
5. Tornai-me, Senhor, possível, pela graça, o que me parece impossível pela natureza. Vós bem sabeis quão pouco sei sofrer, e que logo fico desanimado com a menor contrariedade. Tornai-me amável e desejável qualquer provação e aflição, porque padecer e ser mal-tratado por Vosso amor, é muito proveitoso à minha alma. 


Humildade

Terça-feira, Outubro 10th, 2017

Pode acontecer que,
devidas as circunstancias da vida,
comecemos a avaliar as pessoas
não por aquilo que são,
mas para saber se estão
a nosso favor ou contra nós.

A “Imitação de Cristo”, livro 2, capítulo 2, assim responde:

Sofrer em silêncio, com humildade
Não fiques angustiado se alguém está por ti ou contra ti; mas procura e fazes o possível para que Deus esteja contigo em tudo o que tu fizeres. Procura ter uma consciência recta e Deus te defenderá, pois se Deus estiver contigo e te ajudar não há maldade que te possa prejudicar.

Suporta o sofrimento em silêncio, verás, sem dúvida, o socorro do Senhor. Ele sabe o tempo e o modo de te livrar; portanto, entrega-te todo a Ele. Deus ajudar-te-á e livrar-te-á de toda a confusão. Muitas vezes é mais útil para nós, perseverar com humildade do que deixar que os outros conheçam os nossos defeitos e no-los repreendam.

A humildade é muito útil para nós
Quando o homem se humilha por seus defeitos, facilmente desarma os outros e com poucas palavras dá satisfação aos que estão irados contra ele. Deus protege o humilde, ama o humilde o consola; inclina-se e derrama nele abundantemente a sua graça. O humilde rebaixou-se, mas o Senhor levanta-lo-á em grande honra. É aos humildes que Deus revela os seus segredos e suavemente os atrai e convida.
O humilde mesmo quando é offendido conserva sua paz, porque está com Deus não com o mundo. Não pensar de ter feito algum progresso na vida espiritual se não te reconheces inferior a todos.

Pedido

Terça-feira, Outubro 10th, 2017

Ontem perguntei a Jesus quais os dons
que deveria ter, pedir, possuir ou exercitar
para poder enfrentar as tribulações
com que me tenho confrontado nos últimos tempos
e que de algum modo me perturbam.

ELE respondeu-me quando abri o livro
da “Imitação de Cristo”, Livro III Cap. XXX, parag. 6:

Se és prudente, e vês as coisas como são,
a adversidade longe de te lançar em grande abatimento,
devem antes provocar a alegria e o agradecimento.

Deves mesmo fazer consistir a tua alegria,
em que eu te aflija sem te poupar.

“Assim como meu Pai me amou, assim eu vos amo a vós”, disse eu aos meus amados discípulos; contudo, enviei-os, não para saborearem as delícias do mundo, mas para sustentarem grandes combates; não para honras, mas para desprezo; não para a ociosidade, mas para os trabalhos; não para o descanso, mas para produzirem grandes frutos pela paciência. Lembra-te, meu filho, destas palavras.”

Jesus sempre nos dá a Sua resposta
no momento certo e adequada à situação!

Desánimo

Terça-feira, Outubro 10th, 2017

Um dia estava um pouco desanimado e pedi ao Senhor Jesus:
Ajuda-me Senhor Jesus com a Tua Sabedoria Divina.
Porque é que isso aconteceu? Será que ando errado?

Foi nesse momento que abri o livro da
Imitação de Cristo, livro 3, capítulo 57
e encontrei o seguinte ensinamento:

1. Meu Filho, o que mais me agradam é paciência e humildade quando as coisas correm mal do que muita consolação e fervor quando tudo corre bem.
2. Por que te entristece uma coisinha que disseram contra ti? Ainda que te tivessem feito uma ofensa ainda maior, tu não devias ficar perturbado. Deixa passar, meu filho, isso não é uma novidade; não é a primeira vez, nem será a última, se muito tempo viveres.
3. És tão valoroso enquanto te não sucede alguma adversidade. Sabes até dar bons conselhos e consolar os outros com tuas palavras; mas de repente quando bate à tua porta a tribulação, logo te falta conselho e fortaleza. Considera a tua grande fraqueza perante as mais pequenas dificuldades: é para o teu bem, é para a tua salvação que tudo isso te acontece.
4. Procura esquecer! não te deixar abalar nem perturbar. Sofre, mas com paciência o que não podes sofrer com alegria. Custa ouvir certas coisas e ficas indignado, mas procura moderar a tua língua e não deixar escapar da tua boca palavras feias que podem ser motivo de escândalo para as almas pequenas.
5. Confia em Mim e logo se acalmará a tempestade em teu coração, e a dor se converterá em doçura, quando graça voltará a reinar na tua alma. Eu Sou o Senhor, Aquele que vive (Is 48,18) sempre pronto para te ajudar e consolar, mais do que nunca, se em mim confiares e me invocares com sinceridade.
6. Cultiva a paz em tua Alma, sejas corajoso, prepara-te para suportar coisas maiores. Nem tudo está perdido mesmo quando te sentires atribulado e gravemente tentado. És um homem de carne, não um anjo.
7. Como é que tu pode perseverar na virtude quando nem os anjos conseguiram, nem o primeiro homem no paraíso?
8. Sou Eu, o Senhor, que levanto os aflitos e os salvo e elevo as almas humildes à minha divindade quando reconhecem as suas fraquezas.

Obrigado Senhor pela Tua Palavra que da consolação e paz à minha Alma. Tu és a minha força! Como é que poderia aguentar nas tribulações e angústias? Só Tu, Senhor tens Palavras de vida e de vida eterna. Confio em Ti, meu Senhor é meu Deu e tenho a certeza que não ficarei desamparado. Confio em Ti e sei que alcançarei a salvação. Sei que é necessário passar pelo caminho da cruz, mas Tu estás sempre ao meu lado.
Se nesta vida tiver vivido o amor pouco importa o que tiver sofrido. Conduz-me, Senhor pelo caminho do vosso reino! Amém.